Com um enredo de crítica social ("Monstro é aquele que não sabe amar! Os Filhos Abandonados da Pátria que os Pariu"), a Beija-Flor promete lembrar de muita polêmica política na Sapucaí. Para falar dos escandalosos roubos da Petrobras, a segunda alegoria da escola trará o prédio da estatal se transformando em uma grande favela.
Na frente do carro, haverá ainda uma escultura do Congresso Nacional.

Postar um comentário

 
Top